+55 11 4546-8200 Seg-Sex 8h às 17h
7 dicas para reduzir custo de armazenagem!

7 dicas para reduzir custo de armazenagem!

Uma boa maneira de fazer com que a lucratividade da sua empresa aumente é por intermédio da diminuição de despesas. Porém, esse processo deve ser feito com bastante atenção, visto que o corte não deve diminuir a qualidade e a produtividade do seu negócio.

Uma das áreas em que é possível ter uma grande economia é o setor logístico e, por isso, é importante entender melhor sobre como abaixar o seu custo de armazenagem.

Como este assunto é um pouco complexo, fizemos este post para ajudar você! Nele, vamos explicar no que consiste esse custo e daremos 7 dicas de como diminuí-lo, além de mostrar alguns erros que não devem ser cometidos. Então, prepare-se e leia com bastante atenção!

O que compõe o custo de armazenagem de um produto?

Antes de se pensar em medidas para diminuir o custo de armazenagem, é preciso entender no que consiste esse custo. Ele é definido como todas as despesas que estão relacionadas ao estoque de produtos, estando aí incluídos os gastos com construção ou aluguel de galpões, funcionários de gerenciamento, equipamentos, transportes de materiais e de mercadorias que, por alguma razão, se tornam inutilizáveis.

Como é possível notar, são despesas essenciais, que realmente precisam de investimento. Porém, se uma análise minuciosa dos investimentos nessa área não for feita, pode ser que esses valores fiquem muito altos, o que resulta na diminuição do lucro ou no aumento do custo do produto final, e isso leva à perda de clientes!

Como a tecnologia pode ajudar no monitoramento logístico?

Como estamos na era da automação, não faz sentido tratarmos de logística sem o auxílio de tecnologias de gestão. Com os softwares e maquinários disponíveis, é possível realizar serviços com menor gasto e maior precisão — com mão de obra, por exemplo — e interligar as diversas áreas da empresa.

Assim, a empresa será capaz de formar um conjunto de dados de alta precisão para, então, realizar uma análise dos serviços de armazenagem, vendo quais recursos podem ser dispensados e quais são as reais necessidades da companhia.

Sete dicas para reduzir o custo de armazenagem

1. Reduza o espaço necessário

Quanto maior o espaço que você utilizar para a armazenagem, maiores serão os gastos com mãos de obra e equipamentos. Portanto, tente otimizar ao máximo a organização dos seus itens, para que eles ocupem extensões menores sem que o ambiente se torne desorganizado.

2. Terceirize um armazém

Muitas vezes, ter um armazém próprio pode trazer maiores despesas do que alugar um local com equipe de trabalho própria, principalmente quando o estoque não é grande.

Ao alugar, você não tem gastos com manutenção, com treinamento dos profissionais e nem com supervisão. É preciso avaliar qual alternativa sai mais em conta para a sua empresa!

3. Diminua o tempo dos processos

Para que funcionem de maneira rápida e eficiente, é necessário estruturar as etapas de abastecimento, recebimento e separação de pedidos e de entregas. Dessa maneira, você consegue enxugar o número de funcionários e ferramentas necessárias.

4. Invista na segurança do seu estoque

O armazenamento de mercadorias exige que seja feito um investimento como garantia que elas não vão se depreciar. Ao ser relapso nesse ponto, a chance de grande prejuízo por ter que se livrar de vários produtos é alta. Portanto, encaminhar recursos com esse objetivo é fundamental para evitar perdas e maiores gastos com reposição.

5. Não acumule itens desnecessários

A acumulação de itens faz com que o espaço gasto seja maior, ao mesmo tempo em que diminui a produtividade dos funcionários e atrasa todos os processos envolvidos. Portanto, é preciso que, periodicamente, seja feita uma averiguação de quais artigos já não estão próprios para a sua finalidade, para que se possa dispor deles da melhor maneira possível.

6. Diminua os gastos com energia elétrica

O gasto com energia elétrica em um armazém pode ser extremamente alto, principalmente em espaços grandes e com uso de equipamentos elétricos. Por isso, investir em sistemas como placas fotovoltaicas e iluminação automática pode ser uma boa decisão.

Apesar dos custos iniciais de instalação, esses métodos são investimentos seguros!
A economia que eles trazem pagam os custos em pouco tempo, e as despesas diminuem rapidamente.

7. Avalie qual o melhor tipo de espaço para a sua empresa

No fim das contas, o armazenamento tem um gasto principal, que é o espaço. Então, avalie qual tipo de espaço você realmente precisa. Pode-se, por exemplo, considerar Self Storage para épocas em que será necessário um maior estoque ou construções mais baratas e simples, como galpões de lona.

Conheça os principais erros que você não pode cometer

Desorganização do espaço

Ao apresentar um espaço desorganizado, torna-se difícil encontrar as mercadorias que devem ser despachadas para entrega. Elas devem ser separadas por categorias para que o trabalho seja otimizado. Além disso, deve-se ter um espaço livre para deslocamento!

Armazenamento incorreto de produtos

Muitos produtos necessitam de alguns cuidados especiais para que não se deteriorem, como abrigo de umidade. Não ter esse tipo de cautela pode causar grandes perdas e, consequentemente, altos prejuízos. Então, é preciso averiguar as especificidades dos itens para que eles sejam alocados em condições ideais, preservando a sua durabilidade.

Volume excessivo de estoque

Com um volume excessivo de estocagem, serão aumentados os gastos com o monitoramento, com a manutenção e, até mesmo, com a área necessária. Por isso, avalie o fluxo da sua empresa para que tenha apenas a quantidade necessária no seu estoque.

Uso incorreto de equipamentos

A reposição de equipamentos é um dos grandes gastos em logística. É claro que se deve usar os maquinários para o maior número de funções possíveis, mas desde que eles sejam adequados para isso. O uso incorreto pode acarretar danos e despesas, como consertos ou compras de aparato novo e, portanto, deve ser evitado!

O custo de armazenagem pode ser diminuído de forma que a logística se torne uma parceira na expansão dos seus negócios, em vez de um obstáculo. Com uma boa análise e com a adoção de medidas práticas que se encaixem no perfil da sua empresa, você obterá os melhores resultados, com economia e satisfação garantidas.

Se, depois de ler nosso post sobre como diminuir o custo de armazenagem, restar algum tipo de dúvida, entre em contato conosco. Assim, podemos ajudar você com rapidez e eficiência!

Deixe uma resposta

Fechar Menu
× Whatsapp